logo-ferias-now

Conheça 4 atrações do Oriente Médio

Esta vasta área muitas vezes passa despercebida pelos viajantes, porém, aqui tem muitas atrações incríveis. Por aqui tem os maiores desertos, intermináveis ​​bazares de especiarias e amigáveis ​​beduínos. 

Além disso, na maioria das vezes, a mídia internacional adora compartilhar imagens de desastres e más notícias acontecendo no Oriente Médio. Isso distorce tanto a realidade que, aos olhos da maioria das pessoas, toda a região do Oriente Médio se torna um lugar perigoso para se viajar, como se fosse um só país, o que não é verdade. 

Mas você sabia que o Oriente Médio é formado por 14 países diferentes que são muito diferentes entre si, têm fronteiras e compartilham culturas e gastronomia? 

Quais países fazem parte do Oriente Médio?

Bahrein, Egito, Irã, Iraque, Israel, Jordânia, Kuwait, Líbano, Omã, Palestina, Catar, Arábia Saudita, Síria, Emirados Árabes Unidos e Iêmen.

Todos esses países não apenas diferem significativamente uns dos outros, mas também têm muitos lugares completamente diferentes uns dos outros. Nossa seleção de atrações no Oriente Médio é baseada em seu nível de segurança, importância histórica e beleza natural.

Conheça os Emirados Árabes Unidos e seus desertos misteriosos

Dubai é uma das cidades mais famosas dos Emirados Árabens Unidos. Porém, muitos turistas querem saber qual é a moeda de Dubai antes de viajar para lá. Já chegue sabendo que é o Dirham.

  • Liwa Oasis, Emirados Árabes Unidos

Há cerca de 500 anos, um grupo de beduínos usava fontes subterrâneas de água doce para irrigar plantações de tâmaras e, como resultado, surgiram várias aldeias e assentamentos na área, que agora são chamados de Liwa. É o berço da família Nahyan, a atual família governante de Abu Dhabi e dos Emirados Árabes Unidos.

Desde então e há muitos anos, o cultivo de tâmaras em Liwa tornou-se um fator fundamental para o desenvolvimento econômico da região. Liwa está localizada no sul dos Emirados Árabes Unidos, próximo à fronteira com a Arábia Saudita e à beira do “bairro vazio”, o vasto deserto de Rub al Khali, que se estende pelos Emirados Árabes Unidos, Iêmen, Omã e Arábia Saudita. É considerado o maior mar contínuo de dunas da Terra, cujo fim nem é visível do horizonte mais distante. 

Além disso, em Liwa você também pode encontrar os únicos verdadeiros beduínos dos Emirados Árabes Unidos e a duna Moreb, uma das dunas mais altas do mundo (300 metros).

Conheça o Líbano – as ruínas do Império Romano, a natureza desenfreada e a modernidade das cidades.

  • Vale de Qadisha, Líbano

Se você quer apenas relaxar, comer comida deliciosa, visitar belos mosteiros cristãos ou fazer caminhadas, o Vale Kadisha no Líbano é o lugar perfeito para você.

Kadisha significa “santo” porque este vale abriga algumas das mais antigas comunidades monásticas cristãs do Oriente Médio. O monaquismo é um modo de vida pelo qual uma pessoa (neste caso, monges cristãos) renuncia a tudo para se dedicar completamente ao trabalho espiritual. O vale está repleto de grutas naturais, muitas das quais de difícil acesso, que outrora serviram como locais de isolamento para os monges que viviam uma vida dedicada a Cristo.

  • Beirute, Líbano

Beirute é a capital do Líbano, cidade que sobreviveu a uma das mais longas guerras civis modernas (25 anos, de 1966 a 1991). Hoje, apesar de muitos prédios destruídos, Beirute é uma das cidades mais seguras da região. Agora está experimentando um crescimento econômico robusto e uma classe média em rápido crescimento. Beirute pode ser considerada a cidade mais liberal e ocidental do Oriente Médio (fora de Israel).

Beirute é uma história profunda, rica e contrastante. É composto por dezenas de bairros muito diferentes entre si: distrito de Hipster Gemmayzeh, distritos do Hezbollah como Burj al-Barajneh, distrito estudantil de Hamra, antigos campos de refugiados palestinos, distrito armênio de Bourj Hammoud, vários distritos cristãos e muito mais! Beirute é uma das cidades com maior diversidade cultural do mundo.

Você já visitou algum desses destinos incríveis no Oriente Médio? 

Para mais dicas de Viagem acesse o blog da Elizabeth Werneck 

Post Anterior: Quais são as melhores praias de Santa Catarina para banho?