Parques de Diversões: o que levar

Quando planejamos ir a um parque de diversões, a última coisa que lembramos é do que levar na bolsa. Aliás, se pudéssemos nem bolsa levávamos, certo? Eu adoraria poder andar sem nada para carregar o dia todo. Mas infelizmente ainda não encontrei uma alternativa para isso. Afinal, não é muito prático andar com protetor solar, óculos, câmera, dinheiro, celular… tudo isso na mão, né?!
Já que geralmente passamos um dia inteiro dentro do parque, é bom se precaver com algumas cositas que são essenciais.


Roupas: Na maioria das vezes vamos a parques em dias de sol, por isso as roupas sempre devem ser as mais leves possíveis. Uma boa combinação para as meninas é bermuda +blusinha básica branca (que não esquenta tanto) + tênis. A combinação legging + camiseta também é muito confortável. Há quem prefira sandálias e chinelos, mas como sempre se anda muito de um brinquedo para o outro, isso sem contar as filas, os tênis tendem a cansar menos os pés. Já para os meninos: Bermuda + camiseta + boné são uma boa pedida.


Protetor Solar: Esse é o item principal que deve estar na sua bolsa. Um fator acima de 50 para o rosto e no mínimo fator 15 para o corpo. Às vezes a gente não percebe o quão forte está o sol e só vai descobrir o resultado no final do dia, depois de um bom banho. Então para evitar surpresas como manchas e ardências, protetor solar sempre (reaplicado de 2 em 2 horas).


Guloseimas: Levando em consideração que dentro de um parque é tudo muito caro, ter algumas guloseimas na bolsa ajuda a economizar ao longo do dia. Infelizmente não dá para falar o mesmo da água, que em dias de sol tudo o que mais consumimos são garrafinhas e mais garrafinhas de água gelada. E justamente por isso elas são vendidas a peso de ouro. Eu paguei R$ 4 por uma garrafinha no Hopi Hari esse mês. Os refrigerantes custam na média de R$ 6 a lata.


Dinheiro: Em alguns parques há atrações que são pagas à parte. Então é sempre bom estar prevenido para não perder uma oportunidade. Imagine você viajar até um parque, esquecer de levar dinheiro e chegando lá querer ir a um brinquedo que não está incluído no passaporte? Vai ficar na vontade? Não né! Melhor ter sempre um pouquinho de dinheiro em espécie para esses imprevistos. E se você for adepto de comprar lembrancinhas é melhor reforçar a carteira.


Câmera fotográfica: Afinal você vai querer registrar sua cara de medo num brinquedo radical, ou o clima de descontração com os amigos nos brinquedos coletivos.

Capa de chuva: Parece brincadeira, mas aquele dia lindo de sol pode terminar com pancadas de chuva. Aconteceu comigo no Hopi Hari e na hora de chegar até o carro, no estacionamento, ter uma capa de chuva pode ajudar muito. Até cogitei comprar uma no parque, mas o preço era salgado demais, R$ 20 por alguns metros de plástico. Vi algumas pessoas que levaram na bolsa e na hora se deram bem.


Bolsa: A melhor opção para nós meninas são as bolsas transversais, não muito grandes. Não há necessidade de levar mochila, uma bolsa de pequena a média dá conta do recado. E um recado para os meninos: Deixem de ser folgados pedindo para guardar óculos, celular e carteira nas bolsas das meninas. Optem por bermudas com bolsos largos.


Paciência: Parques sem filas são raros. Então esteja preparado psicologicamente para ficar alguns minutos (dependendo do brinquedo, até horas) numa fila, sob o sol, para aproveitar 2 ou 3 minutos de um brinquedo. Nessa hora estar com os amigos faz o tempo passar mais rápido.

Essas são as recomendações do que é essencial. Mas cada um tem suas prioridades. Você vai descobrir as suas quando for a um parque. Boa diversão!

Ledinara Batista

Ledinara é jornalista, blogueira e estudante de turismo. Curitibana que adora turistar pela cidade, descobrindo lugares novos. Principalmente se esses lugares tiverem doces, guloseimas e Nutella! Suas descobertas estão aqui, no blog Férias NOW, onde dá dicas para você tirar férias, nem que seja em pensamento.

Leave a Reply