Hospedagem em Porto Alegre – Laghetto Viverone Moinhos de Vento

hotel destaque

Porto Alegre é uma das cidades do Sul que adoro. O Rio Grande do Sul tem boa parte do meu amor. Além das cidades fofas como Canela e Gramado, tem também o povo que é comunicativo e, diga-se de passagem, lindo.

Já fazia alguns anos que eu não ia para Poa, então aproveitei uma promoção de milhas e embarquei para um fim de semana bate-volta, indo no sábado cedinho e voltando no primeiro voo de segunda-feira.

Das outras vezes que fui, cada vez me hospedei numa região diferente da cidade. A primeira vez fiquei na Cidade Baixa, no animado hostel Casa Azul. Já na segunda vez peguei um hotel no centro, o Ponte de Pedra. E a terceira vez também fiquei no centro, perto do Mercado Municipal, mas não me lembro o nome do hotel.

Desta vez, à convite do Hotel Laghetto Viverone, escolhi o bairro Moinhos de Vento. Eu já conhecia um pouco do bairro e confesso que é um dos meus preferidos, por suas lojas, restaurantes, bares e cafés. Além do Parcão, que é um lindo parque para se passear.

lag

O bairro nobre da cidade também é conhecido pelas ótimas opções de hospedagem. Ali estão: Mercure, Sheraton, Quality, Ibis… e por aí vai. O Laghetto Viverone é, talvez, o mais novo na região. Inaugurado em outubro de 2013, pertence a rede hoteleira Laghetto, famosa por seus hotéis na Serra Gaúcha.

Foto: Revista Decor

Foto: Revista Decor

Mas o que tem de mais bacana no hotel é que ele mantém viva um pouco da história da cidade, pois está instalado num antigo casarão da década de 30. Na verdade se trata da mansão da família Micheletto, uma família vinda da Itália e que viveu ali por sete décadas. A casa foi tombada como patrimônio histórico e grande parte dos móveis são originais.

DSCN4422

DSCN4420

Em 2009 eles venderam a propriedade e desde então passou a funcionar o Hotel. Algumas restaurações foram feitas, mas a estrutura não foi alterada e é isso que te faz viajar no tempo.

DSCN4416

10322730_677276039011433_6964173527673950504_n

A mansão abriga toda a área de recepção, o lobby, Winebar, a antiga capela da família e o restaurante, no segundo piso, que por não ter sido mexido na estrutura, só é possível ter acesso através das escadas.

DSCN4412

Na parte dos fundos foi construído um prédio de 8 andares onde estão os quartos, as salas para eventos empresariais, academia e a piscina no terraço. No verão a piscina divide as atenções com o famoso pôr-do-sol do Guaíba. E no inverno ela é aquecida.

DSCN4432

DSCN4433

DSCN4437

Os funcionários do hotel são uma simpatia à parte. Na segunda-feira meu voo era muito, e eu precisava quase madrugar no aeroporto. O café da manhã nem tinha começado a ser arrumado ainda, mas eles fizeram questão de que eu fosse até a cozinha buscar um lanchinho para não sair em jejum.

Mesas dentro e do lado de fora, na sacada.

Mesas dentro e do lado de fora, na sacada.

Aliás, o café da manhã é uma das partes que eu mais gosto num hotel. Gosto de comer devagar, experimentar o máximo de guloseimas diferentes. É a hora da pausa para analisar o lugar, a arquitetura, decoração, as pessoas ao redor… e me programar para o que vou fazer durante o dia. E uma das coisas que mais me encantaram no Laghetto foi o restaurante.

DSCN4461

O hóspede pode tomar café na varanda, apreciando os jardins da Hidráulica Moinhos de Vento.

café 1

Pães, bolos, chás, café, chocolate quente…

cafe 2

… frutas, frios, sucos, iogurtes, cereais.

Os quartos são divididos em apartamentos de 22m², 38m² e suítes de 46m² de área privativa. E os preços variam a partir de R$ 220 a diária (fora da alta temporada). Um valor pra lá de justo pela infraestrutura e localização do hotel.

De todas as vezes que fui a Porto Alegre, posso dizer que desta vez foi a melhor hospedagem. Mesmo se não tivesse toda a parte histórica, eu já teria considerado o hotel excelente. Como eu disse antes, não conhecia a rede, me surpreendeu por corresponder exatamente ao que o site oferece. Fiquei morrendo de vontade de conhecer os Laghettos de Gramado.  

O quarto que fiquei não era grande, mas tinha tudo o que eu precisava. E mesmo sendo no primeiro andar, era muito silencioso.

O quarto que fiquei não era grande, mas tinha tudo o que eu precisava. E mesmo sendo no primeiro andar, era muito silencioso.

DSCN4390

Banheiro espaçoso e a ducha era ótima. O secador de cabelos era compacto, mas diferentemente do que se vê por aí, era bem potente. Nunca sequei o cabelo tão rápido!

Banheiro espaçoso e a ducha era ótima. O secador de cabelos era compacto, mas diferentemente do que se vê por aí, era bem potente. Nunca sequei o cabelo tão rápido!

DSCN4393

Cofre dentro do armário.

Meu fim de semana em Porto Alegre foi mais ou menos assim: começou com um passeio pela rua que já foi (ou ainda é) considerada a Rua Mais Bonita do Mundo.

10269596_677522462320124_2853759061053859072_n
Depois do almoço teve a hora do doce em grande estilo com a guloseima tradicional em Porto Alegre: Torta de Sorvete.

DSCN4377menor
A Tradicional está na loja da Rua Padre Chagas. É sorvete com suspiro italiano e cobertura de chocolate. Enorme!

torta sorvete

A noite terminou no Thomas, um tradicional Pub localizado também na Rua Padre Chagas. Aliás, essa é uma rua famosa no bairro e na cidade por seus bares. E está muito perto do hotel, pode-se ir caminhando, em 5 minutos.

No domingo fui conhecer o Brique da Redenção, a feirinha que é realizada todos os domingos no Parque Farroupilha.

DSCN4452menor

DSCN4449menor

O fim de semana passou rápido. Foi daqueles que deixam um gostinho de ‘quero mais’!

1509323_677817498957287_2364926634615921195_n

Serviço:
Hotel Laghetto Viverone
Rua Dr. Vale, 579 – Moinhos de Vento – Porto Alegre
Fone: (51) 2102-7272
Site: http://www.laghettohoteis.com.br

****** A hospedagem foi um convite. Mas a opinião é extremamente pessoal. ******

Ledinara Batista

Ledinara é jornalista, blogueira e estudante de turismo. Curitibana que adora turistar pela cidade, descobrindo lugares novos. Principalmente se esses lugares tiverem doces, guloseimas e Nutella! Suas descobertas estão aqui, no blog Férias NOW, onde dá dicas para você tirar férias, nem que seja em pensamento.

Leave a Reply