Gramado – Faça o roteiro que eu fiz

capa gramadoo

No início de outubro, embarquei para uma viagem em busca das delícias de Gramado, no Rio Grande do Sul. Quem me acompanha pelo Instagram (@curitidoce e @feriasnow) percebeu que nos quatro dias em que passei na cidade, não faltaram boas opções de lazer e gastronomia.

Então, para facilitar, vou resumir minha viagem neste post, quase como um mini guia. Assim fica mais fácil para quem quiser visitar os lugares que conheci ou saborear as delicias que provei.

Primeiro dia

Saí de Curitiba na manhã de quinta-feira. Temos uma vantagem em morar em Curitiba: as passagens para o Rio Grande do Sul são relativamente baratas. Com um pouquinho de antecedência é possível planejar uma deliciosa viagem de fim de semana prolongado na serra gaúcha. Ou, se houver disponibilidade, uma semana inteirinha. Porque uma vez estando lá, falta tempo para aproveitar tudo o que a região oferece.

Chegando a Porto Alegre, são mais 2h de percurso. É possível alugar um carro ou recorrer a um transfer. Usei o serviço da Blocker Turismo, que é uma empresa de receptivo especialista em Serra Gaúcha e com muitas opções de passeios por lá. Meu voo atrasou e mesmo chegando quase 2h depois, tive meu transfer sem nenhum perrengue e sempre com um atendimento solícito.

Cheguei à Gramado perto das 17h. Meu voo era com uma ‘incrível’ conexão em São Paulo, obra da Gol. Nos meus planos iniciais eu chegaria mais cedo. Por isso é sempre bom na hora de comprar já não contar com aquele dia na cidade, porque às vezes o voo atrasa, mudam os horários… então o primeiro dia é sempre bom ter uma programação mais light,

Foi a minha segunda vez em Gramado. Na primeira havia sido um bate-volta de Porto Alegre, o que não permitiu conhecer quase nada da cidade. Desta vez sim, posso dizer que conheci Gramado!

Fiquei hospedada no hotel Master Premium Gramado. Ele está localizado a cinco minutos (caminhando) da principal avenida de Gramado, a rua Borges de Medeiros. E para quem viaja na época do Natal Luz, ele está muitíssimo perto do Lago Joaquina Rita Bier, onde é realizado o espetáculo de Natal.

IMG_1744

Como era uma viagem de blog trip, os blogueiros iriam dividir quarto. Mas por um acaso, acabei ficando num quarto duplo, sozinha. O quarto era amplo, ficava nos fundos do hotel. Tinha todas as facilidades que você precisa para uma boa noite de sono: era silencioso, com uma cama grande, bom chuveiro, banheiro espaçoso, cobre no armário, TV, ar condicionado, cortinas com black out, mesa de trabalho e internet.

FullSizeRender (16)
Para quem vai no verão, também é possível aproveitar a piscina com uma linda vista da serra. Aliás, o hotel, além de bem localizado, ainda conta com uma pequena vista panorâmica da serra, logo na entrada.
O café da manhã é simples, porém com boas opções de pães, bolos, sucos, frios e algumas opções para quem tem restrições à glúten ou lactose.

No primeiro dia, a programação começava apenas à noite, então aproveitei para dar um pulinho até Canela e conhecer uma confeitaria que tinham me indicado: a Holic Patisserie. AQUI tem um post completo sobre ela. Como Canela está a 15 minutos de carro de Gramado, é uma boa dica se você for apaixonado por bons doces como eu.

De volta ao hotel, me encontrei com os outros bloggers para irmos ao nosso primeiro compromisso: a Noite Gaúcha do Garfo e Bombacha. Já ouviram falar?

A churrascaria Garfo e Bombacha está localizada em Canela. É enorme e oferece opções de almoço e jantar gaúcho. É um restaurante tradicional, que existe há mais de trinta anos e funciona ao estilo self service (buffet com pratos quentes, saladas, costelão na vala, diversos cortes de carne junto a churrasqueira, mais buffet de sobremesa). Enquanto você janta, assiste apresentações de danças típicas com a banda da casa. Uma divertida e saborosa imersão na cultura gaúcha.

gf4

gf 3
Ela atende com reservas antecipadas. O jantar tem duração de 3h30 e o valor é a partir de R$ 179 (as bebidas não estão inclusas).

Segundo dia

Na sexta-feira, a programação começou cedo, juntamente com a chuva. Sim, pegamos dias de chuva em Gramado, mas isso em nada atrapalhou os passeios e a experiência. Dá para curtir muito a cidade com chuva também.

IMG_1760

Fomos caminhando até a prefeitura, que fica pertinho da Rua Coberta. Passamos pela Praça das Etnias, onde os colonos já começavam a assar suas famosas cucas. A praça está localizada ao lado da Estação Rodoviária de Gramado e durante o dia você encontra pães, cucas e outras delicias assadas na hora. A cuca de uva é imperdível!

casa do colono

Depois da prefeitura, embarcamos no Bustour, rumo ao Snowland.
O bustour é uma maneira eficiente de conhecer a cidade quando você não dispõe de muito tempo. E você tendo o ticket dele, ainda consegue descontos em algumas atrações, como por exemplo o desconto de R$ 10 no passaporte do Snowland ou ainda, 30% de desconto no ingresso do Castelinho Caracol.

IMG_1518
E diferentemente de Curitiba, por exemplo, no Bustour de Gramado é possível subir e descer quantas vezes você quiser. O ticket pode ser comprado online no site da Blocker Turismo.

O Snowland é um parque de neve e eu estava muito curiosa para conhecê-lo, pois na outra vez que estive em Gramado ele ainda não existia.
Tivemos cerca de duas horas para aproveitar o parque, mas eu passaria o dia inteiro ali facilmente. Primeiro porque adoro frio e também porque ele conta com boas opções gastronômicas lá dentro e atividades para a família toda, como aula de esqui para adultos e crianças, por exemplo.
Única desvantagem é para quem tem Iphone: a bateria dele descarrega muito rápido. Muito rápido mesmo. Por isso, não tenho muitas fotos lá dentro.

IMG_1566

IMG_1627

O parque funciona das 10h às 17h, de segunda a domingo. Ele é dividido em três partes: o Vilarejo Alpino, onde a temperatura é de cerca de 15 °C, tem patinação no gelo e lojas ao redor da pista; já o Mirante Bela Vista, onde estão localizados os restaurantes e diversas opções de brinquedos para as crianças; e a Montanha de Neve, onde as temperaturas estão entre -5°C e -3°C e tem montanha de neve para esquiar ou descer numa boia gigante em meio a muitas risadas.
O valor do passaporte para o Snowland é entre R$ 129 e R$ 169 para adultos e entre R$ 99 e R$ 139 para crianças.

De lá, embarcamos no Bustour e fomos para o almoço no Coelho Café Colonial. Sim, depois de gastar as energias na neve, fomos repor num almoço com mais de 80 opções de salgados e doces, servidos na mesa. Além disso, para a minha alegria, ainda havia um bufê de sobremesas com mais de 10 opções do bolos e tortas, além de vinhos, chocolates, chás e cafés para beber e aquecer o frio da serra.

IMG_1771

IMG_1770

IMG_1769

IMG_1768
Em meio a tantas cores, texturas e sabores fica até difícil escolher. Por isso, minha dica principal se você for lá é: experimente o Bolo de Nozes! O leite condensado é cozido por três horas. É delicioso!

IMG_1628
Não apenas para o almoço, mas pode ser uma excelente opção para o lanche da tarde. O valor é R$ 72 por pessoa. Super vale a pena!

De lá, fomos para uma visita guiada na cervejaria Rasen Bier, que é do mesmo grupo dos chocolates Lugano.
Conheci um pouco sobre o processo de fabricação de cervejas e ao final teve, claro, uma degustação de cinco tipos da bebida, acompanhados por chocolatinhos.
Essa visitação é aberta ao público e tem duração de 30 minutos. Você pode escolher a entrada + Chopp, por R$ 15 ou a entrada + a degustação de 5 cervejas, por R$ 19. Se você gosta de cervejas, é uma excelente oportunidade para aprender e degustar. Ou ainda, se estiver em busca de um bar, pode ir para aproveitar o cardápio e comprar algumas garrafas para trazer para casa.

Gramado também é sinônimo de chocolate, certo?! Então, não poderia faltar uma visita a lojas de chocolates. Inclusive, em breve tem um post sobre as principais marcas que vocês vão encontrar na cidade.

Nossa visita foi na loja da Lugano, onde você pode assistir a um vídeo que explica um pouco mais sobre o processo do chocolate. A gente não consegue entrar na fábrica, propriamente dita. Dá apenas para assistir, por janelas de vidro, os chocolates sendo feitos. E depois, claro, você pode se esbaldar na loja!

Depois dessa breve introdução na loja, é hora de conhecer o Mundo de Chocolate, um parque temático com museu da Lugano. Ali você vai encontrar monumentos de chocolate, como o Cristo Redentor, a Estátua da Liberdade, a Muralha da China, as pirâmides do Egito, o Taj Mahal, entre outros. Tem inclusive, a Torre Eiffel, com 4,22 metros de altura e 800 kg de chocolate. Segundo eles, um trabalho de mais de 100 horas.

IMG_1680
E quando você já está salivando de tanta vontade de chocolate, eis que encontra uma sala de degustação, com opções de confeitos para montar seu próprio chocolate.
O ingresso custa R$ 35 para adultos e R$ 28 para crianças. No valor já está incluso o direito à degustação do quanto você conseguir comer.

No mesmo lugar onde tem o Mundo de Chocolate, no piso inferior está localizado o Icebar Boreal. Sim, tem um bar de gelo em Gramado.
Lá dentro a temperatura é de -14°C e você pode provar deliciosos drinques servidos em copos de… gelo! Uma boa opção para fugir dos dias de calor e viver uma experiência diferente.

IMG_1798

Brindando com a Fran, do blog Viagens que Sonhamos

Brindando com a Fran, do blog Viagens que Sonhamos

Se o frio for muito, a dica é se esquentar com um chocolate quente na cafeteria da Lugano, que também fica no mesmo prédio.

IMG_1722

Voltamos ao hotel apenas para relaxar uma horinha antes do jantar. Desta vez, a escolha foi por um bar de petiscos, o Toro Burgers & Beefs.
Não sei dizer o que gostei mais. Se foram os drinques, em especial o Piña Descoladada – uma espécie de Piña Colada sem leite condensado, muito suave e gostoso – ou se foram os petiscos, ou ainda o ambiente em geral, sem esquecer, é claro, da sobremesa: Vulcão de Doce de Leite. Um petit gateau perfeito para encerrar a noite. É o tipo de barzinho que indicaria aos meus amigos e voltaria sempre que possível.

IMG_1789

Terceiro dia

No sábado pela manhã estava previsto uma visita ao Mini Mundo. Mas antes, dei uma passadinha no Lago Negro, para rever o parque uma segunda vez.
O Lago Negro é um lago artificial, onde é possível passear nos pedalinhos ou fazer uma tranquila caminhada em torno dele. Se o dia estiver gelado, a dica é tomar um chocolate quente no restaurante, além é claro, de comprar lembrancinhas da cidade na loja de conveniências.
Para chegar lá é mais indicado ir de carro ou no Bustour. Porém se quiser ir caminhando, esteja preparado para encontrar algumas boas ladeiras.

IMG_1862

FullSizeRender (14)

De lá, fomos para o Mini Mundo. Foi a minha primeira vez no parque de miniaturas.
Logo na entrada, a dica é encontrar um dos quatro personagens (Ursinho Gui, Ursinha Ana ou a Bruxinha Ju e Limpador de Chaminés) e pedir para ele guiar o passeio. Nossa guia foi a Bruxinha Ju. Além de apresentar o parque de forma lúdica e divertida, ela também conhece os melhores truques para garantir fotos bonitas e com ilusão de ótica.
Ao longo do parque, passamos por réplicas de construções de monumentos em miniaturas, como castelos europeus e até o aeroporto de Bariloche. Todas as construções são riquíssimas em detalhes e garante o encantamento não apenas das crianças, mas sim da família inteira. É um passeio indispensável para quem vai à Gramado, principalmente se estiver com crianças.

IMG_1907

IMG_2116

IMG_1939

Saindo de lá, a próxima parada foi na Rua Coberta. É pertinho e fácil de ir caminhando. No fim de semana que fui, estava sendo realizado o 9º Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado. Diversos restaurantes montaram pratos à um preço fixo, ao redor da Rua Coberta. Uma excelente oportunidade de conhecer mais das gostosuras gastronômicas da cidade.

Após o almoço, foi a vez de viver uma experiência diferente das atrações mais famosas da cidade: fomos conhecer o lado rural de Gramado no Tour Raizes Coloniais que passa pela Linha Bonita e a Linha Nova, e que é oferecido pela Brocker Turismo.

IMG_2022

IMG_2115
Durante três horas conhecemos um pouco da história do município, passando por belas colônias. Visitamos a Casa Centenária, a Fábrica de Erva Mate Marcon, o Moinho Cavichion, o Museu Rural Fiorezze e, no final, fomos surpreendidos por uma degustação de produtos coloniais e frutas da estação oferecidas pela Dona Zulmira. Este passeio foi tão gostoso e especial, que terá um post só dele.

IMG_2281

Estar em Gramado é sinônimo de saborear fondue. E essa era uma experiência que não podia ficar de fora do nosso roteiro. Então, depois de passar uma tarde linda e gostosa no lado rural da cidade, fomos jantar no Colosseo, um restaurante premiado e que é referência em fondue na cidade.
Ambiente sofisticado, perfeito para casais. Traz o aconchego perfeito para noites geladas.
Começamos com fondue de queijos, seguido pelo de carne na pedra e finalizando, em grande estilo, com fondue de chocolate.
Sem dúvida, uma experiência para fechar com chave de ouro um roteiro por Gramado.

Minha viagem foi de quinta a domingo. A programação terminou no sábado, então tive parte do dia seguinte livre e voltei para Curitiba no início da tarde. Dá para aproveitar Gramado em um fim de semana? Sim! Mas se você conseguir ficar uma semana inteira, não faltarão atrações para conhecer. Gramado é uma cidade que encanta à primeira vista, em qualquer época do ano.

.
Endereços:
Churrascaria Garfo e Bombacha – RS 466 – km 2 – Caracol, Canela.

Brocker Turismo – Av. das Hortênsias, 1845, Vila Suica.

Snowland – RS-235, 9009, Carazal.

Coelho Café Colonial – Av. das Hortênsias, 5433, Avenida Central.

Rasen Bier – Rua Cândido Godoy, 82 – Bairro Carniel – Gramado

Mundo de Chocolate – Av. Borges de Medeiros, 2497, Centro.

Icebar Boreal – Av. Borges de Medeiros, 2497, Centro.

Toro Burgers & Beefs – Av. das Hortênsias, 804, Planalto.

Mini Mundo – R. Horácio Cardoso, 291, Planalto.

Restaurante Colosseo – Av. das Hortênsias, 1560, Centro.

Blogueiros em Gramado – Blogs Participantes

A Press trip Blogueiros em Gramado contou com a presença de 10 blogs de turismo de diferentes estados brasileiros, confira o blog e a cidade de todos os participantes:

André Morato – Meu Destino (Divinópolis – MG)
Renata Campos – Revivendo Viagens (Belo Horizonte – MG)
Claudia Rodrigues – Felipe, o Pequeno Viajante (Jaguarão – RS)
Karla Larissa – Compartilhe Viagens (Natal -RN)
Fernanda Scafi – Tá indo para onde (Campinas – SP)
Cris Stilben – Cris pelo Mundo (Rio de Janeiro – RJ)
Ledinara Batista – Férias Now (Curitiba – PR)
Francine Agnoletto – Viagens que Sonhamos (Estrela – RS)
Talitiane Ferreira – Mundo dos Viajantes (Rio de Janeiro – RJ)
Thais Moura – Love and Travel (Rio Claro – SP)

A press trip foi organizada pela Prefeitura Municipal de Gramado e contou com o apoio da Fran do blog Viagens que SonhamosGramado Canela Convention & Visitors BureauBrocker Turismo e o hotel Master Premium Gramado.

Ledinara Batista

Ledinara é jornalista, blogueira e estudante de turismo. Curitibana que adora turistar pela cidade, descobrindo lugares novos. Principalmente se esses lugares tiverem doces, guloseimas e Nutella! Suas descobertas estão aqui, no blog Férias NOW, onde dá dicas para você tirar férias, nem que seja em pensamento.

Leave a Reply