Estudar na Enforex

Quando decidimos fazer um intercâmbio, a primeira escolha a fazer é o idioma. Em seguida se escolhe o destino. E aí chega a hora de decidir em qual escola irá aperfeiçoar a língua. Quando fiz meu primeiro intercâmbio na Espanha, em 2008, não dei muita importância para esse fator, mas tive sorte, a escola recomendada pela agência foi a Enforex. Gostei tanto que desta vez escolhi não apenas o mesmo idioma, a mesma cidade e a mesma família, escolhi também a mesma escola!
A Enforex de Salamanca funciona assim: pode-se iniciar o curso todas as segundas-feiras pela manhã. Em algumas unidades de outras cidades tem-se a opção de estudar no período da tarde, porém em Salamanca só mesmo pela manhã, das 9h às 13h (ou às 14h se escolher o intensivo de 25 horas semanais).
No primeiro dia o aluno deve ir as 8h30 para fazer o teste de nivelamento, que consiste em responder um questionário de gramática e em seguida uma pequena conversa com uma professora para avaliar a oralidade e o vocabulário. As turmas são divididas em A1, A2, B1, B2, C1 e C2. Sendo A: básico; B: intermediário; e C: avançado.
Após a avaliação, o aluno é levado até a sua sala e apresentado aos colegas. As turmas têm em média 8 a 10 alunos, o que facilita bastante o aprendizado.  A partir do momento que você chega à sala de aula, começa a acompanhar o conteúdo que está sendo desenvolvido, ou seja, na maioria das vezes o aluno começa com o livro quase na metade. Mas isso não atrapalha o aprendizado porque o conteúdo ‘perdido’ pode ser estudado no próprio livro e depois as dúvidas podem ser esclarecidas com o professor. 

Turma 2011

Cada aula tem duração de uma hora e entre uma clase e outra há sempre um intervalo de dez minutos, que é muito bem aproveitado para comer alguma guloseima comprada nas máquinas que estão na recepção, acessar internet nos computadores que a escola disponibiliza ou simplesmente fazer amizades.
Durante a semana é feita uma programação, geralmente no final da tarde, em que os alunos podem se inscrever. Algumas são gratuitas, como o City tour pela cidade (toda segunda-feira), a sessão de cinema ou ainda a saída de tapas pelos bares de Salamanca. E há também os programas que são pagos, como por exemplo, as aulas de salsa e os passeios de um dia ou final de semana em cidades próximas. Madrid, Segóvia, Ávila ou ainda Portugal, são os destinos mais comuns.
 City Tour em Segóvia – 2008

City tour em Ávila – 2008
Ao final do intercâmbio o aluno percebe que não apenas estudou, como também conheceu lugares incríveis e fez amizades com pessoas de várias partes do mundo. Um intercâmbio proporciona amadurecimento. E uma boa escola pode enriquecer ainda mais essa experiência.

 Confraternização de Ano Novo

Minha turma 2011: Professora, Turquia, Holanda, Brasil, Professora, França, Brasil
Trabalho de final de ano: paródia de uma música falando da Noche Vieja
Certificado: sim, eu estudei!

Ledinara Batista

Ledinara é jornalista, blogueira e estudante de turismo. Curitibana que adora turistar pela cidade, descobrindo lugares novos. Principalmente se esses lugares tiverem doces, guloseimas e Nutella! Suas descobertas estão aqui, no blog Férias NOW, onde dá dicas para você tirar férias, nem que seja em pensamento.

Leave a Reply