Curitiblogando – Segundo Dia – Morretes

O segundo dia (pra mim) de Curitiblogando começou bem cedo, com uma descida de trem até Morretes.
Mas peraí, não foi um passeio no trem comum, convencional. Não! Nós fomos de Litorina. 
Foto: Robson Franzoi

Eu sempre tinha ouvido falar, mas nunca tinha visto nem conhecido ninguém que tivesse passeado nela. Mas não é que ela existe? e é uma gracinha! 

Saimos da estação às 9h15 da manhã. O tempo estava nublado (Curitiba né?), então a paisagem não estava, digamos assim, espetacular. Fizemos uma parada para fotos e a viagem durou cerca de 3h30. Íamos em um dos vagões de luxo, mas eles estavam lotados, afinal era feriado prolongado e a cidade estava repleta de turistas. 


A Litorina tem três vagões, sendo dois deles com a decoração antiga de luxo e o convencional, que foi onde fomos, com poltronas um pouco mais confortáveis do que o trem normal. A desvantagem é que as janelas são panorâmicas, porém não abrem. Então, aquela foto com o corpo para fora do trem fica só na vontade. 
Lanchinho tinha cookie de Gramado
Foto: Robson Franzoi

Véu da Noiva
Com a blogueira Fernanda, do Preciso Viajar
Ao chegarmos em Morretes fomos conhecer os outros dois vagões de luxo. E realmente é como a propaganda mostra. Requintados, com uma decoração que te faz se sentir numa novela de época. Em determinados períodos são feitas festas a fantasia ali. E em algumas datas de cada mês o trem faz um passeio noturno até o restaurante italiano Obra Prima, com direito a um delicioso jantar. 
Foto: Robson Franzoi
Chegamos em Morretes com o tempo fechado ainda. Estava calorzinho (abafado, digamos assim), mas sem nem sinais de Sol. Fomos direto para o restaurante da Serra Verde Express, onde fomos muito bem recepcionados. O almoço era a vontade, então abusamos (eu confesso que na minha mesa fui a que mais abusei) dos Bolinhos de Siri, na entrada. De prato principal, claro, não podia ser outra coisa que não fosse o tradicional Barreado. Eu me lambuzei com o Pirão de Barreado, preparado pelo garçom. 
O restaurante fica bem próximo à estação de trem, pode-se ir a pé. E o preço é bem atrativo, R$ 39,90 o almoço. 
Bicicletas para alugar na estação 

Bolinho de Siri

Pirão de Barreado
Como precisávamos retornar de trem, voltamos para a estação logo depois de comer. Antes de embarcar aproveitei para garantir minhas guloseimas: um pacote de Bala de Banana (R$ 2). 
O retorno foi num trem convencional. As janelas abriam, então deu para garantir tradicional foto. 
Em compensação o barulho que fazia em determinados momentos era ensurdecedor. A viagem de volta durou mais 3 horas. 
Essa foi a segunda vez que fiz o passeio. Na primeira eu fui no vagão econômico (o mais barato – R$ 65  a ida) e o tempo estava nublado também. Eu tinha recém voltado da Espanha e estava com saudade de andar de trem. Óbvio que me frustrei com a velocidade. Afinal este é um trem turístico, anda bem lentamente. 
É o tipo de passeio que vale a pena fazer pelo menos uma vez na vida. Se você puder pagar, o pacote na Litorina de Luxo custa R$ 299 por pessoa e inclui traslado In/Out; Almoço típico com Barreado; City tour em Morretes e Antonina; Retorno de van pela estrada da Graciosa, com uma parada; e Guia especializado.; Ou seja, o preço vale!
Mais informações no site da empresa Serra Verde Express
Neste dia ainda visitamos uma doceria, mas isso eu conto no próximo post!
Participaram da 1º edição do Curitiblogando que ocorreu entre 28 e 31 de março de 2013: Anna Martinelli e Mariana Fachin (Finestrino), Marcos Coqs e Amanda Malucelli (Viajão ), Carol Moreno (Mochilão Trips), Beta Rodrigues e Dea Sales (Férias de Mochila), Robson Franzói (Um Viajante), Natasha Schiebel e João Guilherme Brotto (Pra Ver em Londres) , Simone Jung (Flashes de Viagem), Leidinara Batista (Férias Now), Fernanda Souza (Preciso Viajar), Jr Caimi (TipTrip Viagens). Blogueiras convidadas: Renata Campos (Revivendo Viagens) e Erika Marques (Outros Ares).
A organização das atividades do primeiro encontro dos blogueiros contou com os seguintes parceiros: CCVB – Curitiba Convention Visitours Bureal, PG1 Comunicação e Assessoria, IEME Comunicação, Home City Home, Vacanze Viaggio. Também tivemos como colaboradores: Forneria Copacabana, Restaurante Madalosso, Cold Stone, Serra Verde Express, Duc Club, Bazar Doce e Cervejaria Devassa.
“Tudo que experimentamos durante os eventos do Curitiblogando foi CORTESIA das empresas e parceiros, que abriram suas portas para receber nós blogueiros. Agradecemos por terem apoiado e recebido nosso grupo.”
Ledinara Batista

Ledinara é jornalista, blogueira e estudante de turismo. Curitibana que adora turistar pela cidade, descobrindo lugares novos. Principalmente se esses lugares tiverem doces, guloseimas e Nutella! Suas descobertas estão aqui, no blog Férias NOW, onde dá dicas para você tirar férias, nem que seja em pensamento.

One Response to “Curitiblogando – Segundo Dia – Morretes”

  1. avatar
    1
    Como é fazer o passeio noturno na Litorina de Luxo | Ferias Now Says:

    […] Em 2013, viajei na Litorina pela primeira vez, durante uma ação do Curitiblogando. […]

Leave a Reply